domingo, 25 de janeiro de 2009

Já não sei falar.

Já não sei falar...é a única conclusão a que consigo chegar. Mataste-me a fala. Mataste-me o coração. Mataste o amor que sentia por mim. Sim, por mim. Hoje já não me amo, não me amo porque te amo demais...
Hoje apenas digo que nada consigo dizer, a não ser:
"Prometo-te que se houver outra vida e que, se ambos nascermos na mesma época, eu não sou de ninguém enquanto não for tua!Prometo-te. Porque nesta vida já perdi as forças de lutar por ti amor...perdi. Mas prometo que serás meu e eu tua."

7 comentários:

Sininho disse...

:| por mais que a saudade provoque dor...e provoque a morte das palavras...merecemos sempre ser felizes...vais ganhar novamente voz..jinhos

Madamefala disse...

Saimos da gente para habitar no outro..é estranho isso.

bjos!

Ekaterina disse...

Que belo texto ...

Peregrina disse...

Que bonito, o teu blog!!
Voltarei :)

bruxinha disse...

Tal como sempre, as tuas palavras são realmente e profundamente belas:X *

Maudlin disse...

Podes não saber falar, mas a força que empregas em cada expressão, deita por terra qualquer ouvido, em detrimento do coração.


Tocante!

J.G disse...

Perfeito o texto! :O
Vais ver que ele vai inspirar forças de novo e tudo vai correr bem *