sexta-feira, 26 de março de 2010

Cala-te Coração!

Quando mando calar o coração e este não obedece...Quando lhe digo que não, que é parvo por gostar de ti, mas ele não me ouve...Quando luto contra aquilo que não posso vencer.
Esta é a conclusão a que chego. Tentei, juro que tentei, largar-te, deixar de te amar, tentei até odiar-te, mas tudo em vão. Tentei tanto que usei outra pessoa para o calar [o coração]. Usei e hoje tenho vergonha disso. Apaziguei a dor do coração com um beijo, um carinho, com uma palavra mágica que o fazia, momentaneamente, sorrir e bater devagar. Mas a noite é demasiado extensa...a noite, transportando consigo o sonho do meu coração, fazia-o acordar, todas as noites, sobressaltado, a bater desenfreadamente como quem deseja ardentemente sair deste corpo e correr para ti. Nesses momentos, olhava para aquele homem, que apenas confortava o pobre coração e beijava-o com carinho. E o tempo foi passando. E o coração foi morrendo aos poucos. E o amor por ti foi aumentando, sem que perceba como, e a paixão por aquele homem carinhoso foi morrendo e este foi-se apercebendo.
Hoje estou sozinha. O coração morreu de tanto lutar em vão. O homem do bom coração pediu-me para não mais lhe falar. E eu respeito a sua decisão. Porque o usei, porque nada mais quis do que confortar este coração que me comanda e, com isso, usei um homem bom.
Magoei-te homem do bom coração...magoei-te sem intenção, mas fi-lo. Esqueci-me do tanto que fizeste por mim. Esqueci-me das palavras proferidas pela tua boca. Esqueci-me do amor demonstrado. Esqueci-me daquele "amo-te" dito nos olhos. Esqueci-me porque nunca te amei. E por isso, peço-te desculpa.
Não te mereço.
Como eu gostava de amar alguém que um dia me disse "amo-te" em vez de amar quem me disse nunca o ter sentido...

6 comentários:

bono_poetry disse...

cada vez melhor de te ler...queria ter mais tempo para te escrever,para te desenhar ,o amor nas minhas pautas vermelhas e negras,fica para outro dia,mas prometo voltar!!

(Un)Hapiness disse...

e eu prometo estar aqui para te ouvir :)

J.G disse...

E dizem que só temos um coraçao numa vida inteira. Morre e amanha nasce, é um ciclo.

(Jeff Buckley, o melhor se dúvida :D)

beijinhos *

(Un)Hapiness disse...

o melhor mesmo! :)

beijinhos*

Gaara disse...

"Como eu gostava de amar alguém que um dia me disse "amo-te" em vez de amar quem me disse nunca o ter sentido..." sem duvida

só se vive uma vez, não é altura para arrependimentos mas sim de ir para à frente

Å®t Øf £övë disse...

(Un)Hapiness,
Muito ternurenta esta tua confissão. Quem é capaz de o fazer da forma que aqui está escrito não merece castigo.
É a velha questão de decidir entre o coração e a razão. É que o coração por muito errado que esteja acaba por ser sempre o caminho que devemos seguir.
Bjo.